Informação para as mulheres

segunda-feira | 5 de julho de 2021

Mastologistas lançam programa para fomentar diálogo direto com a população sobre a saúde da mama, prevenção e combate ao câncer de mama

 Em meio à pandemia, obviamente, o tema saúde tem sido prioridade, porém com o foco na prevenção da população para evitar a contaminação pelo covid-19, além da vacina, é claro. A informação tem sido importante aliada do público. No entanto, outras doenças também continuam sendo reais ameaças para a sociedade, dentre elas o câncer de mama, considerado, recentemente, o tipo mais comum no mundo. No Brasil, ele se apresenta como um delicado problema de saúde pública, com mais de 66 mil novos casos a cada ano e sendo a segunda maior causa de morte da mulher brasileira, segundo o Inca. Diante disso, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), dentro dos seus princípios de responsabilidade social, lançou dentro do seu projeto SBM Digital, um programa voltado o Social, visando a se aproximar cada vez mais da população, fomentando e disseminando informação qualificada nos seus canais digitais.

O programa consistirá no fomento das informações e ações em seus canais digitais, começando com lives nas redes sociais, nas quais especialistas, tanto mastologistas quanto de outras especialidades e profissões, irão interagir diretamente com o público. Nas conversas serão abordados temas como prevenção, citando estilo de vida, atividade física, alimentação saudável, além de outros assuntos que permeiam o universo das mulheres no que diz respeito ao tema, tais como direitos, legislação, apoio psicológico, entre outros. As mulheres também terão voz, sendo convidadas a participarem do debate, interagindo diretamente com os profissionais tirando dúvidas e relatando suas dúvidas, angústias e vivência em geral.

De acordo com o Dr. Carlos Ruiz, responsável pelo departamento de Saúde da mulher e ação social da entidade, o objetivo é pulverizar o conhecimento e potencializar a conscientização das pessoas. “Lamentavelmente ainda perdemos muitas vidas por falta de informação. Queremos ser a via que dará melhor entendimento para sociedade brasileira como um todo, buscando orientá-los da forma mais didática possível. Assim acreditamos que também estaremos salvando vidas”, afirma o mastologista, acrescentando que o projeto não abordará questões só relacionadas ao câncer de mama, mas também a saúde das mamas em geral bem como outras patologias e incômodos que muitas mulheres sofrem.

Com mais de 60 anos de existência, a Sociedade Brasileira de Mastologia, além de inúmeras atividades científicas em busca de soluções para procedimentos e tratamentos de doenças da mama, realiza há décadas campanhas de conscientização. Nos últimos anos, através de parcerias, realizou ações sociais em comunidades carentes, distribuiu cartilhas informativas e apoiou organizações não governamentais que atuam nessa área. Também busca participar ativamente das discussões governamentais, contribuindo com os poderes das três esferas na busca de melhorias ao acesso das mulheres à prevenção e tratamento do câncer de mama. “Nosso intuito é estar ao lado da mulher. Costumamos dizer na SBM que o direito delas é a nossa luta. E assim permaneceremos, pois é notória e necessária a implementação de políticas públicas mais eficazes para a paciente de câncer de mama no Brasil”, conclui.

O primeiro evento do programa será no próximo dia 6, às 19h. Uma live mediada pelo Dr. Carlos Ruiz e que receberá o oncologista Ricardo Caponero e a coordenadora do Movimento Lenço do Dia, Maria Paula, que é paciente e palestrante, atuando na ressignificação do câncer de mama metastático. Para assistir e participar, é só acessar o Instagram da entidade: @sbmastologia.